Diagnóstico

Como a colite ulcerativa é diagnosticada

A colite ulcerativa tem sintomas semelhantes a muitas outras condições digestivas, o que pode dificultar o diagnóstico. Como o tratamento é necessário para induzir a remissão e evitar que a doença se agrave, é importante obter um diagnóstico preciso e oportuno.

Os gastroenterologistas podem usar uma variedade de testes para entender o que está acontecendo com um paciente que é suspeito de ter colite ulcerativa, mas normalmente é uma colonoscopia com biópsias que é usada para fazer o diagnóstico.

Colite Ulcerativa – Colonoscopia

A colonoscopia é uma maneira de um médico ver dentro do intestino grosso. Na colite ulcerativa, o intestino grosso terá certas características que apontam para doença inflamatória intestinal (DII).

Pode haver inflamação que começa no reto ou na última parte do intestino grosso (o cólon sigmóide) e se espalha para cima pelo resto do cólon. Essa inflamação ocorre na parede do intestino grosso e ficará vermelha e inchada. Também pode haver úlceras (feridas) no revestimento intestinal.

Durante o curso do teste, biópsias (pequenos pedaços de tecido) serão retiradas de várias partes do cólon e enviadas para um laboratório para teste. Os resultados desses testes podem ajudar no diagnóstico da colite ulcerativa.

A colonoscopia é feita passando-se um tubo longo, fino e flexível (chamado colonoscópio) com uma luz no final do ânus e subindo pelo cólon.

Os pacientes devem se preparar para este teste esvaziando o intestino das fezes. Como isso é feito irá variar de acordo com a preferência do paciente e do médico, mas em geral, laxantes fortes são usados ​​para limpar o cólon de qualquer matéria fecal.

Na maioria dos casos, a preparação é feita no dia ou na tarde antes do teste. Os pacientes seguirão as instruções fornecidas pelo médico sobre como se preparar e jejuarão até o momento do teste no dia seguinte.

A colonoscopia em si é feita sob sedação, para que os pacientes não sintam nenhum desconforto ou se lembrem disso. A sedação é dada logo antes da colonoscopia via IV.

Após o médico ter completado o teste e feito as biópsias necessárias, os pacientes são monitorados enquanto a sedação desaparece e, em seguida, podem ser levados para casa e comer alguma coisa (de acordo com as instruções do médico).

Em alguns casos, o médico ou outro membro da equipe de saúde pode dar algum feedback logo após o teste, e é por isso que é uma boa ideia ter um amigo ou parente à disposição para ajudar a lembrar da conversa.

No caso de um diagnóstico, também pode haver um acompanhamento programado posteriormente para discutir os resultados das biópsias ou para planejar os próximos passos.

Colite Ulcerativa – Outros estudos de imagem

Outros exames de imagem, como radiografias, enema baritado, série gastrointestinal superior, sigmoidoscopia ou endoscopia digestiva alta, também podem ser usados ​​durante o processo de diagnóstico da colite ulcerativa.

Seu médico pode usar outros exames de imagem, mas estes geralmente não fornecem tanta informação sobre colite ulcerativa quanto uma colonoscopia.

As alterações que a colite ulcerativa provoca no cólon podem ser visíveis através destes outros testes, mas não será possível ver o cólon inteiro e obter biópsias.

Eles podem ser usados ​​para descartar outras condições como causa de sinais e sintomas, mas não terão tanta utilidade no processo de diagnóstico da colite ulcerativa.

Laboratórios e Testes

Exames de sangue

Os exames de sangue irão fornecer informações sobre como os sinais e sintomas estão afetando o corpo, mas eles não são usados ​​apenas para diagnosticar a colite ulcerativa.

As contagens de glóbulos vermelhos e leucócitos, em particular, são úteis para obter uma imagem mais completa do corpo e se a colite ulcerativa está causando outra condição, como a anemia.

Outros exames de sangue podem ser usados ​​para monitorar o progresso da doença, especialmente durante um surto, mas podem não ser úteis no diagnóstico inicial.

Testes de fezes

Um teste de fezes pode ser usado como parte do workup completo. Não será diagnóstico de colite ulcerativa, mas é usado para descartar outras possíveis causas de diarréia ou diarréia sanguinolenta.

Você pode ser solicitado a fornecer uma amostra de fezes ou um recipiente para coletar fezes em casa. A amostra é devolvida ao laboratório, onde pode ser testado para sangue, parasitas e bactérias.

Pessoas com DII também podem ter infecções bacterianas e, na verdade, são mais propensas a elas, portanto, um teste de fezes ou uma cultura de fezes pode ser usado para confirmar isso ou para descartá-lo.

Colite Ulcerativa – Diagnósticos Diferenciais

Alguns dos sintomas comuns da colite ulcerativa, como a dor abdominal do lado esquerdo e a diarréia, podem ser causados ​​por outras condições, por isso será importante descartá-los para fazer o diagnóstico.

  • Infecção parasitária. A infecção com alguns parasitas pode causar dor e fezes com sangue. Essa causa pode ser suspeitada se houver uma viagem recente para uma área onde essas infecções são mais comuns.
  • Colite bacteriana. Colite é a condição de ter inflamação no cólon, independentemente da causa. Infecções bacterianas (como na E. coli ) podem causar colite.
  • Infecção por Clostridium difficileEsta infecção bacteriana provoca muitos sintomas semelhantes à colite ulcerativa e requer um tratamento diferente para eliminá-la.
  • Doença de Crohn. A doença de Crohn e a colite ulcerativa são ambas formas de DII, mas são tratadas diferentemente em alguns casos e, portanto, a distinção é importante.
  • Colite isquêmica. Esta condição é causada por uma falta de fluxo sanguíneo para parte do cólon e requer tratamento imediato.
  • Colite microscópica. Este tipo de colite, embora cause diarreia, não causa diarreia com sangue.
  • Infecção viral. Gastroenterite (“gripe estomacal”) ou outras infecções virais também causam dor, vômitos e diarréia, mas a maioria das pessoas geralmente se recupera em poucos dias.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.